terça-feira, 18 de setembro de 2012

QUEM?



Quem sou?
Sou quem sim
Sou quem não
Quem talvez.
Sem saber direito,
vou sendo os três.

Eu sou quem sem
quem sal
quem sabe
quem tem.
Sou quem fica
Quem implica
com essa política
Sou quem não acredita.

Eu sou do bem
E, sem querer, faço mal
Amado, amigo,
bandido armado
amante safado
às vezes amargo
assado e assim.

Sou quem ri de tudo
e até choro
mas não imploro
e sigo o céu.

Sigo Quem Mais
Senhor de tudo.
E Nele eu sou Quem sou, quem é, quem fui
E respondo a pergunta na fé,
na luz...
Eu sou Joselito Manoel de Jesus.

Joselito da Nair, do Zé, do Rafael, de Ana Lúcia, de Tantas Gentes e Dele, O Emanuel

Um comentário:

  1. Joselito Manoel de Jesus: demasiadamente humano! Lindo poema!
    Abraço,
    Mayre

    ResponderExcluir

joselitojoze@gmail.com